fbpx
cnpj

Abriu CNPJ? 3 coisas que você precisa providenciar!

Renata Louzada

Se você abriu o CNPJ recentemente, saiba que existem algumas coisas que devem ser providenciadas o quanto antes, seja para garantir a sua formalização da melhor forma possível ou até mesmo para que você possa aproveitar ao máximo os benefícios que ser formalizado como empresa pode trazer. No texto de hoje, separamos três coisas essenciais para serem providenciadas assim que você abrir o seu CNPJ, independente se você for um microempresário ou se for o empresário individual de porte maior do que o MEI. Veja abaixo quais são!

Veja 3 coisas para providenciar após abrir um CNPJ

Você deu o primeiro passo para a formalização da sua nova empresa e abriu um CNPJ.  Agora, existem outras coisas que não são obrigatórias mas que podem te ajudar a aproveitar ainda mais os benefícios que existem em se tornar empresário. Veja quais são elas!

1- Contratar um plano de saúde empresarial

Se você abriu um CNPJ, é provável que ainda não tenha um plano de saúde ou que tenha um plano de saúde destinado a pessoas físicas. Se uma dessas opções se enquadra no seu caso atual, vale muito a pena dar uma pesquisada e descobrir as vantagens de optar por um plano de saúde empresarial, mas, vale dizer que entre essas vantagens, está o fato de que o plano de saúde empresarial pode custar até 20% menos do que um plano de saúde individual – e a sua operadora de saúde dificilmente vai te contar a respeito disso, especialmente se você já é um usuário que pago plano individual há bastante tempo. 

Nos procure para que possamos fazer um orçamento indicado para o seu tipo de empresa e para quantidade de pessoas que vão entrar como seus dependentes nessa contratação. Acredite, muita gente não sabe que o plano de saúde empresarial custa bem menos, com as mesmas vantagens e praticamente a mesma cobertura de um plano de saúde individual, por isso, é importante procurar ajuda de um corretor! 

2- Abrir uma conta PJ

Outra informação que as pessoas geralmente não têm ao abrir um CNPJ, especialmente os microempreendedores individuais, é que a conta PJ não só é bastante vantajosa, como também é essencial para que você pague menos imposto de renda e tenha maior controle financeiro da sua empresa. 

A conta PJ pode ser aberta em bancos digitais, que não cobram anuidade e ainda oferecem uma série de benefícios, como boleto bancário, maquininha de cartão, entre outros. Faça uma pesquisa e abra uma conta PJ o quanto antes para evitar problemas com a Receita Federal!

3- Contratar um contador

Os microempreendedores individuais não precisam necessariamente contratar um contador para lidar com as burocracias das suas empresas. Mas, é muito interessante tentar procurar um contador especializado em MEI e que cobra um valor mais acessível para que você tenha certeza de que está em dia com as suas obrigações, como no pagamento dos impostos e na entrega de declarações anuais. O contador pode não ser obrigatório no caso do microempreendedor, porém, ele pode ajudar muito a sua empresa crescer.

 Gostou das dicas de hoje? Compartilhe o texto nas redes sociais com seus amigos e familiares. Até a próxima!

Compartilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
On Key

Related Posts